VALOR GERADO
  • Criação de valor sustentável
  • Crescimento da organização

Uma das atividades mais relevantes e com maior impacto em 2019 foi a paragem programada de manutenção do site de Estarreja, que decorreu 32 meses após a anterior, refletindo uma atividade industrial na Bondalti equivalente à de 2016 e que, como previsto, traduziu-se numa redução da produção quando comparada com o ano anterior e, em consequência, numa redução de resultados. De facto, esta atividade que tipicamente tem a duração de 4 semanas, com paragens de diferentes durações nas diferentes instalações, implica uma redução significativa nas quantidades produzidas e disponíveis para venda nesse ano. No entanto, e face ao último ano de paragem (2016), os resultados apresentam uma melhoria relevante.

Em 2019, e em termos relativos, a Bondalti diminuiu a importância do mercado nacional para a sua margem, compensado pelo aumento no mercado espanhol, demonstrando um ajustamento na distribuição do segmento dos inorgânicos entre estas duas geografias.

 

2019 ficou marcado pela conclusão do investimento na Cantábria no final do ano, num valor total de cerca de 60 M€, dos quais, 32 M€ foram investidos em 2019. Este investimento posiciona a Bondalti como o maior produtor cloro-álcalis da Península Ibérica e permite aumentar a capacidade instalada no site de Torrelavega, que passa a utilizar a melhor tecnologia disponível, tanto ao nível da eficiência da operação como, principalmente, do ponto de vista ambiental.

 

No final de junho de 2019, a Bondalti concluiu o refinanciamento da totalidade da sua dívida, numa operação sindicada que envolveu 8 bancos. As diversas linhas contratadas totalizaram 210 milhões de euros e permitiram à Bondalti reduzir substancialmente o seu custo do endividamento, estender a maturidade da dívida e criar condições para o financiamento de novos investimentos.